Cultivares de arroz desenvolvidas pela EPAMIG são opções para produtores de Minas Gerais

Minas Gerais é um local propício para o cultivo de arrozes de terras altas. Entre 2004 e 2012, a EPAMIG desenvolveu quatro cultivares: Curinga, Caravera, Relâmpago e Caçula

(Belo Horizonte – 17/10/2019) Conhecido no mundo todo, o arroz é um dos alimentos mais consumidos no planeta. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), no Brasil foram produzidos mais de 10 milhões de toneladas na última safra em agosto de 2019.

O pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Moizés de Sousa Reis, coordenou uma pesquisa para o desenvolvimento de cultivares de arroz em terras altas. Com objetivo de desenvolver variedades mais produtivas, de melhor qualidade, resistentes a doenças e queda precoce de grãos, o projeto teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), da Universidade Federal de Lavras (Ufla), e da Embrapa Arroz e Feijão.

Continuar lendo

EPAMIG publica segunda edição do livro 101 Culturas

Manual de tecnologias agrícolas da EPAMIG foi revisto, atualizado e já está disponível para venda

(Belo Horizonte – 30/9/2019) Doze anos após o sucesso da publicação da primeira edição do livro 101 Culturas, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) publica a segunda edição de um dos manuais agrícolas mais importantes do país. A edição atual foi atualizada para atender as demandas do público e já está disponível para venda no site da empresa. O lançamento será feito no dia 22 de outubro na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Na ocasião, os livros poderão ser adquiridos com desconto.

Clique aqui para adquirir o livro

Continuar lendo

Dia de campo destaca sistemas de produção de arroz

(Belo Horizonte, 9.4.2018) A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) realiza na próxima terça-feira, 10 de abril, no Campo Experimental de Gorutuba, o Dia de Campo Cultura do Arroz.
Continuar lendo

Encontro apresenta tecnologias para cultivo de arroz no Norte de Minas

Pesquisadores estudam a adaptação de variedades de arroz em várzea úmida no semiárido mineiro. Foto Nívio Poubel

Belo Horizonte (04/04/2017) – A EPAMIG irá realizar, nesta quarta, 5, o Encontro Técnico de Cultivo de Arroz em Várzea Úmida, no município de Gamaleiras, no Norte Minas Gerais. Serão apresentados resultados de experimentos com as cultivares Rubelita e Seleta, arroz tipo agulinha, que apresentaram boa adaptabilidade na região. Continuar lendo

Dia de campo apresenta tecnologias para cultivo de arroz irrigado

Em Heliodora, maior município mineiro produtor de arroz, está em fase de teste um novo material genético para produção deste cereal – Foto Divulgação EPAMIG

Belo Horizonte (15/03/2017) – No próximo dia 22, será realizado evento técnico em Heliodora, no Sul de Minas Gerais, sobre cultivo de arroz irrigado. Será apresentada uma nova variedade do grão, além de outras tecnologias para produção deste alimento muito presente na mesa dos brasileiros. Continuar lendo

Pesquisa busca grãos com maior qualidade nutricional

dsc_0287-arroz-biofortificado
Estudos sobre biofortificação do arroz com nutrientes como zinco e selênio são realizados no Campo Experimental da EPAMIG em Patos de Minas. Foto: Maurício Coelho

(Patos de Minas- 06/02/2017) – A biofortificação é o conjunto de técnicas utilizadas para enriquecer a planta com substâncias que melhoram a qualidade nutricional dos grãos e outras estruturas comestíveis promovendo mais saúde para as pessoas ou animais que a consome. Também é uma forma de incrementar o rendimento das culturas.Várias pesquisas sobre biofortificação são conduzidas no Campo Experimental de Sertãozinho, em Patos de Minas, pela EPAMIG. Continuar lendo

EPAMIG estuda biofortificação do arroz com zinco

EPAMIG através do manejo da adubação pesquisa arroz biofortificado no Alto Paranaíba-Foto Maurício Coelho
EPAMIG através do manejo da adubação pesquisa arroz biofortificado no Alto Paranaíba. Foto: Maurício Coelho

A biofortificação melhora a qualidade nutricional de grãos voltados para alimentação humana

(Patos de Minas– 29.06.2016) – Pesquisas com manejo da adubação do arroz para obter biofortificação, técnica capaz de enriquecer o grão com determinada substância, indicaram que os grãos tiveram teores de zinco mais elevados do que os produzidos convencionalmente. Os estudos tiveram início no final do ano passado no Campo Experimental de Sertãozinho da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Patos de Minas. Continuar lendo