Seminário em Belo Horizonte discute uso de agrotóxicos e suas consequências

(Belo Horizonte, 14.11.2018) A coordenadora do Programa Estadual de Pesquisa em Agroecologia da EPAMIG, Madelaine Venzon, participou nesta terça-feira (13), do Seminário: “Agrotóxicos e colapso ambiental: refletindo sobre a tecnociência no capitalismo e a contraposição da Agroecologia”, realizado no Campus 1 do no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Na oportunidade, a pesquisadora apresentou possibilidades para o controle de pragas sem o uso de agrotóxicos em plantações e lavouras.

 

Dentre as alternativas, estão o sistema agroflorestal e tipos de controle biológico. Segundo Madelaine, é possível evitar ou controlar o aparecimento de pragas, apenas fazendo bom uso daquilo que o ecossistema oferece. “Ouvimos muito que precisamos usar agrotóxico porque estamos em um país tropical, e com isso temos muitos insetos. É verdade, mas também temos muitos insetos bons”, afirma Madelaine, fazendo alusão ao controle biológico de insetos que se alimentam de pragas que atacam plantações.

Dividindo mesa com Madelaine, estava a professora do Departamento de Bioquímica e Imunologia da Universidade Federal de Minas Gerais (IBC/UFMG), Eliane Novato Silva, que palestrou sobre os perigos do uso excessivo dos agrotóxicos, e como isso pode interferir no bem estar e na saúde humana. Segundo a professora, a alternativa para isso será “pender para a harmonia, priorizando a justiça social, equidade e sustentabilidade.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s