Oficina promove cultivo sustentável da batata em Maria da Fé

Município conhecido pelas baixas temperaturas e produção de azeite também tem tradição no cultivo de batata. Foto: Erasmo Pereira

Belo Horizonte (12/07/2017) –No próximo sábado, 15, será realizada oficina sobre cultivo sustentável da batata durante o 8º Festival de Inverno de Maria da Fé, no Campo Experimental da EPAMIG. Os participantes poderão aprender técnicas alternativas de cultivo desse tubérculo, que já foi produzido em larga escala em Maria da Fé e região e atualmente é cultivadotambém em sistema orgânico.

De acordo com o pesquisador da EPAMIG, Joaquim de Pádua, que trabalha com bataticultura há mais de 30 anos, o objetivo é ampliar essas práticas com a divulgação de informações tecnológicas. “Queremos ajudar o produtor a reduzir o seu custo de produção, proteger o meio ambiente com a redução do uso de produtos químicos e garantir ao consumidor um alimento mais saudável”, explica.
Em fevereiro do ano passado, Pádua iniciou projeto, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), de multiplicação de batata semente de qualidade. Segundo o pesquisador, atualmente, o produtor precisa importar batata-semente para plantio e o custo dessa operação é alto. “Vamos ensinar durante a oficina como fazer essa multiplicação com qualidade”, afirma. Será mostrada também a adubação verde com diversas plantas, como a Mucuna preta, Feijão de porco, Feijão guandu, Milheto, Calopogonio, Nabo forrageiro, entre outras. “São espécies que contribuem para fertilidade e que contém substâncias alelopáticas favoráveis ao controle de plantas daninhas, contribuindo para a redução do uso herbicidas, por exemplo”, complementa.
Para Sérgio Lambiasi Filho, produtor de orgânicos em Maria da Fé desde o ano 2000, ainda é um desafio o cultivo sustentável do tubérculo. “Além de obtermos sementes de qualidade com essa multiplicação, também vamos buscar, junto com a pesquisa, cultivares de batatas mais rústicas, resistentes à doenças, recomendadas ao sistema orgânico”, ressalta. Sérgio é um dos 15 produtores associados à Associação de Produtores de Agricultura Natural de Maria da Fé (APAN-FE), que atende o mercado regional e centrais de abastecimento de São Paulo.
O pesquisador Joaquim ressalta ainda que os estudos desenvolvidos na região contemplam também a recuperação de solos degradados, além da correção e manutenção da fertilidade desses solos. “Estamos estudando alternativas para essas plantas de ciclo rápido, com adubo de fosfato natural, com a variedade Ágata, que é a mais plantada no país, e a Emeraude que é uma cultivar mais resistente à doença”, explica.
As inscrições para a oficina “Cultivo sustentável da batata” são gratuitas e podem ser feitas no local do evento. Informações: (35) 3662-1227. Confira a programação, aqui.
Bataticultura em Minas
Maior estado brasileiro produtor de batata, Minas deve produzir cerca de 1.200 toneladas em 2017, segundo o IBGE. O estado é responsável por 31% da produção brasileira. A maior região produtora é o Alto Paranaíba, com áreas de cultivo mais planas, mecanizadas, com potencial para a indústria de batata pré-frita. O Sul de Minas ocupa o segundo lugar, com pequenas e médias áreas de produção. Esta região concentra a indústria de batata-palha e na região central, próxima a Sete Lagoas, concentra-se o processamento de batata chips.
Outras atividades
O laboratório itinerante da EPAMIG, Ciência Móvel, também vai apresentar durante o Festival informações sobre a produção de azeite extravirgem nacional, com demonstração de mudas de oliveiras, exemplares de azeites nacionais e plantão técnico entre os dias 15 e 16 de julho e 22 e 23 de julho, de 8h às 17h. Também acontecerão no Campo Experimental da Epamig visitas guiadas, entre os dias 14 e 22 de julho, de segunda a sábado, de 8h às 16h e nos domingos de 8h às 11h. Os visitantes poderão conhecer o local de processamento do azeite, o viveiro de mudas de oliveira e as lavouras de oliveira, pessegueira e ameixeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s