Hortaliças Não Convencionais de volta ao cardápio

IMG_7703 - inova minas- hncs
Durante a Inova Minas pesquisadores irão apresentar vegetais que estavam esquecidos, mas que são ricos na nutrição alimentar. Foto: Erasmo Pereira

(Belo Horizonte – 02.08.2016) – Vegetais pouco utilizados no cardápio, mas que antes eram encontrados nos quintais das casas como a taioba, a araruta, a cansanção, a azedinha, serão apresentados pela EPAMIG, na Mostra Inova Minas, entre os dias 5 e 7 de agosto, na Praça da Liberdade.

A pesquisadora da EPAMIG Izabel Cristina dos Santos, irá mostrar algumas dessas hortaliças e como utilizá-las na alimentação. Izabel explica que o cultivo de variedades locais de hortaliças tinha sido reduzido em função da preferência dos produtores rurais por vegetais de alta produtividade. “Hoje, os produtores voltaram a reconhecer essas plantas, que tinham perdido espaço na mesa dos mineiros, têm multiplicado essas hortaliças e passaram a ofertá-las em feiras e mercados municipais”, comemora.
Em Minas Gerais estão instalados 26 bancos de hortaliças não convencionais que integram o programa “Bancos Comunitários de Multiplicação e Conservação de Hortaliças Não Convencionais”. Este trabalho é desenvolvido em parceria entre EPAMIG, Emater-MG, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Universidade Federal de Viçosa e algumas prefeituras.
A EPAMIG também publicou cartilha, com informações e receitas de diversas espécies, que pode ser baixada gratuitamente no site da Empresa: http://goo.gl/X6bMzs.

Tecnologia e alimentos
A EPAMIG, que neste mês de agosto completa 42 anos, irá apresentar também na Inova Minas tecnologias para a produção de alimentos que ajudaram Minas Gerais a se tornar referência na produção cafeeira e trabalhos que aliam ciência, tradição e sabedoria popular. Os visitantes poderão conferir no Ciência Móvel da EPAMIG estudos realizados no laboratório EcoCentro para controle doenças e pragas no cafeeiro, em árvores frutíferas e em flores, com a redução no uso de agrotóxicos e uso racional dos mesmos.
“Esse trabalho reflete tanto na redução dos resíduos de produtos químicos nos alimentos consumidos in natura, quanto na preservação do meio ambiente, pois evita contaminação aos solos e aos recursos hídricos”, explica o chefe-geral da EPAMIG Sul, Rogério Silva, que integra a equipe de pesquisadores do EcoCentro.

Mostra Inova Minas Fapemig
5 a 7 de agosto – de 10 às 17h
Circuito Praça da Liberdade – espaços MM Gerdau, Alameda da Educação, Memorial Minas Vale, Espaço do Conhecimento UFMG, Casa Fiat de Cultura
Aberto ao público
Programação: http://inovaminas.fapemig.br/programacao

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s