Prova de Ganho de Peso do Nelore no Alto Paranaíba

Nelore tourinhos
Pesagem de cerca de 60 tourinhos de Nelore dá início a Prova de Ganho de Peso, nesta sexta-feira, 1º, no Campo Experimental da EPAMIG em Patos de Minas. Foto: Divulgação

(Patos de Minas – 30.06.2016) – Terá início nesta sexta-feira, 1º de julho, Prova de Ganho de Peso (PGP) do Nelore, no Campo Experimental de Sertãozinho da EPAMIG, em Patos de Minas, com a pesagem de cerca de 60 tourinhos de Minas Gerais e de São Paulo. A PGP tem um grande valor para a pecuária do Alto Paranaíba, Noroeste de Minas e Triângulo Mineiro, pois gera novas linhas de pesquisas tornando a região referência em melhoramento genético da raça nelore.

A Prova, que tem duração de 10 meses, é realizada por meio da parceria entre EPAMIG, Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas, Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam). Tem o apoio da Empresa de Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e do Instituto Mineiro Agropecuário (IMA).

O Termo de Cooperação Técnica da PGP foi assinado pelos parceiros e endossado pelo vice-governador do estado de Minas Gerais, Antônio Andrade e pelo secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz, durante Encontro Técnico do Produtor Rural, durante a Fenamilho 2016.

De acordo com informações da ABCZ, que oficializa a prova, a PGP consiste em submeter animais do desmame, com variação de idade de, no máximo, 90 (noventa) dias, a um mesmo manejo e regime alimentar, durante 168 dias.

Os objetivos da prova são: identificar entre os animais participantes aqueles de melhor desempenho no peso final padronizado; identificar aqueles animais de melhor ganho em peso diário, fornecendo subsídios para a sua seleção, com base na informação individual; identificar os reprodutores que transmitem às suas progênies, maiores ganhos, em ambiente de confinamento, e maiores pesos finais à idade considerada; servir como um instrumento de seleção para os rebanhos, através do processo de pré-seleção até o desmame e avaliação posterior da fase pós-desmame; orientar os criadores quanto à utilização dos animais testados; auxiliar nas avaliações e testes de progênies de reprodutores, principalmente daqueles que não dispõem de informações anteriores, em testes de desempenho individual; através do acúmulo das informações zootécnicas, possibilitar as avaliações de mudanças genéticas ocorridas nas populações envolvidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s