Inaugurada Unidade de Pesquisa e Treinamento em Laticínios

sao_joao

(São João del-Rei, 11.12.2015) – Um espaço para pesquisas, cursos e treinamentos para produção e padronização de lácteos com capacitação de produtores rurais e profissionais do setor laticinista. Esta é a proposta da Unidade de Pesquisa e Treinamento em Laticínios do Campo Experimental Risoleta Neves, da EPAMIG, em São Jão del-Rei, inaugurada na tarde do dia 10 de dezembro.

A nova Unidade nasce contando com as tecnologias já desenvolvidas por pesquisadores da EPAMIG Instituto de Laticínio Cândido Tostes, referência do setor na América Latina, em cursos e treinamentos práticos, abordando principalmente boas práticas na fabricação de queijo minas frescal, queijo minas artesanal, mussarela, entre outros produtos lácteos, além de capacitar transportadores de leite em quesitos como normas de conservação e higiene.

Durante a solenidade de inauguração o presidente da EPAMIG, Rui Verneque, realçou a atual diretriz da empresa em focar esforços em pesquisa e difusão e transferência de tecnologias. “Nossa empresa é detentora de conhecimentos e tecnologias próprias, desenvolvidas para alavancarem a produção de Minas, competindo a nós, disponibilizá-las de forma ampla”, enfatizou. Ele informou ainda que está em processo um estudo de viabilidade técnica, econômica e estrutural para que a médio e longo prazo os produtos da Unidade de Pesquisa e Treinamento sejam comercializados. Em princípio, a produção será apenas experimental e a expectativa é de que  300 a 500 litros de leite sejam processados ao dia.

Também presente na inauguração, o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz, enfatizou a importância de todos os trabalhos da agropecuária de Minas e do Brasil como uma atividade altamente viável e sustentável. “Temos aqui a oportunidade concreta de qualificar e transformar nossa produção de leite e derivados. O governo tem grande compromisso com os produtores de leite e queijo do estado, afinal trata-se também de um patrimônio de Minas”, lembrou. A vice-prefeita de São João del-Rei, Maria Cristina Lopes, representando o prefeito Helvécio Reis, reiterou o apoio às atividades do sistema de agropecuária do estado. “Toda iniciativa que venha a proporcionar formação, especialização para nossa região é um ganho de dimensão de gerações. Hoje temos muito mais acesso e damos aos jovens oportunidade de estudar e se fixar em sua própria área, exercendo atividades sustentáveis”, disse ela.

Reunindo cerca de 80 pessoas, a solenidade contou ainda com a presença do presidente da Emater-MG, Amarildo Brumano Kalil, o deputado federal Reginaldo Lopes, o pró-reitor de ensino da UFSJ, Marcelo Andrade, o conselheiro da Agência de Inovação em Leite e Derivados, Geraldo Dusi, prefeitos da região das Vertentes, vereadores, extensionistas, técnicos, estudantes e representantes de associações e cooperativas regionais.

 

Investimentos

A Unidade foi projetada e construída com recursos da ordem de R$ 1 milhão, sendo cerca de R$ 600 mil do PAC Embrapa e o restante a partir de parcerias com Agência de Inovação em Leite e Derivados (Polo de Excelência do Leite); Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes); Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig); Cemig; Universidade Federal de São João del-Rei e Prefeitura Municipal.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s